sábado, 10 de outubro de 2009

Sorteio - As esquisitices do óbvio (Manuel Soares Bulcão Neto)

Manuel Soares Bulcão Neto é uma pessoa de profunda erudição - nunca o encontrei pessoalmente, mas tenho o privilégio de poder trocar com ele ideias pela internet (claro, um escambo em que ele sai extremamente prejudicado) - é a pessoa de mais vasto e sólido conhecimento humanista dentre as que conheço.

Capaz de citar, assim, de boa, Martin Heidegger, Alan Gluth, Fiodor Dostoiévsky e Patativa do Assaré em um mesmo parágrafo: se não em uma única frase.

O único pecadilho é ter se esquecido de atribuir a mim a origem de seu "hai kai do bioquímico apaixonado" (que ele reproduz em seu livro "As esquitices do óbvio"): "Oh, dopamina/Feniletilamina/Oxitocina" (não, não como a musa inspiradora, mas por ter escrito um texto sobre o tema - lírica, amor e ciências - em cima do qual ele criou essa peça muito superior a minha: sim, sou invejoso, e esta indiscrição é o modo de me vingar por haver ele superado de maneira incomparável minha criação).

Começou a escrever livros há pouco tempo, mas tem já uma bela produção intelectual:
- As esquisitices do óbvio (2005) - Ápex Editora;
- Sombras do iluminismo (2006) - Editora 7Letras;
- A eloquência do ódio (2009) - LivroPronto Editora: sua obra mais recente.

Desbocado, provocador e - desgastada o quanto seja, outra palavra não se encaixaria a melhor perfeição - genial. Defensor das ciências e crítico das pseudociências, sem ser cientificista (aliás, o cientificismo é desnudado em praça pública em seu livro "Sombras do iluminismo"); crítico do fanatismo religioso, sem ser antirreligioso. Formado em Direito, nega ser o que é de fato: filósofo e pensador, preferindo ser identificado como ensaísta.

Então tá, irei sortear um exemplar do livro "As esquisitices do óbvio" (sim, era óbvio, dado o título da postagem - mas provavelmente você só notou essa obviedade agora que eu disse que era óbvio -, viu como a obviedade é esquisita?). Mas não é assim, de graça, tem um pequeno esforço intelectual. No livro a ser sorteado, Bulcão cita em epígrafe do capítulo "Magia, misticismo e matemática" a seguinte frase: "Meu objetivo é simples, é o entendimento completo do universo: saber por que ele é como é e por que ele existe em absoluto". Pois bem, para concorrer ao exemplar, basta postar nos comentários o nome do modesto autor da frase. O livro será sorteado entre os que acertarem (infelizmente, tenho apenas um exemplar - na verdade tenho dois, mas não irei me desfazer do outro, né?) - ele será enviado gratuitamente ao ganhador ou à ganhadora (para um endereço coberto pelos Correios do Brasil em primeiro porte nacional).

É possível enviar tantos palpites quanto quiserem. Mas, para efeito de sorteio, só valerão os comentários com resposta correta enviados até o dia 30/out/2009 - 23h59min (horário de Brasília). (Parentes meus de até segundo grau, lamento, não valem.)

Upideite(31/out/2009): Confira o ganhador.

12 comentários:

Gil disse...

Sacanagem, a frase é difícil de achar no Google!

Meu palpite: Stephen Hawking

psdias disse...

Stephen Hawking

Ricardo DK disse...

Stephen Hawking.

Ivan Carlos disse...

Stephen Hawking

Eurico disse...

Stephen Hawking

luisbr disse...

Eu já comprei o livro. :-)
Acho que o pessoal acertou.

Aline Maria disse...

Como não tenho a menor idéia, vou chutar o mesmo que o do pessoal de cima rsrs

Stephen Hawking

Thiago disse...

"My goal is simple. It is complete understanding of the universe."
—Stephen Hawking

Oraculo disse...

Stephen Hawking (vamos com a turba ..:-)

careca disse...

nao tem jeito... so' pode ter sido o
EINSTEIN.
abraço. Murilo

Bianca disse...

De fato, é o cientista lucasiano.

http://hazel8500.wordpress.com/2009/04/20/my-goal-is-simple-it-is-complete-understanding-of-the-universe-why-it-is-as-it-is-and-why-it-exists-at-all/

Sibele disse...

Se quero ser sorteada para ganhar "As esquisitices do óbvio"? Obviamente!

E é óbvio também (não vi nenhum spoiler antes de mim, certo?) que a resposta é Stephen Hawking!!!! :D